Salário da área de petróleo,óleo e gás foi o que mais cresceu

Fonte:Revista Você RH

Quem trabalha na área de engenharia de petróleo,óleo e gás viu seu salário subir consideravelmente nos últimos 12 meses. A Pesquisa Salarial e de Benefícios da Catho revelou que a remuneração desses profissionais foi a que mais cresceu desde fevereiro de 2012. A elevação chegou a 39,41%,com salário médio de 20 815,50 reais para o cargo de gerente de engenharia de petróleo.

Na sequência aparecem as áreas de turismo (29,98% de aumento médio),exatas –física,química e estatística (29,49%),gerência de hotelaria (26,94%) e vendas (24,91%).

Segundo a pesquisa,um fator que influencia diretamente a remuneração dos profissionais de todas as áreas é o nível de escolaridade. Em algumas posições,ter formação superior já é um grande diferencial. É o que ocorre,por exemplo,nos cargos de supervisão:quem tem nível superior chega a ter uma diferença de 20,2% a mais no contracheque do que aquele que não tem curso universitário.

As especializações também têm grande importância na definição do salário. Um diretor com MBA,por exemplo,chega a ganhar 14,05% a mais do que aquele que não tem ou não concluiu a universidade.

A fluência um segundo ou terceiro idioma também interfere de forma significativa nos salários dos profissionais. O estudo mostra que o domínio da língua inglesa pode representar 63,86% a mais no fim do mês para um supervisor,por exemplo. Diretores ganham em média 18,29% a mais;gerentes,42,60%;e coordenadores,39,01%.

 

Comments are closed.